Os segredos de beleza das divas de Hollywood


Quer saber quais eram os segredos de beleza das atrizes de Hollywood antigamente?!


Marilyn Monroe - famosa por seu brilho, ela alternava camadas de Active pHelityl, um creme de hormônio natural, com outras de pó compacto para criar uma base radiante que brilhava frente às câmeras. Por causa disso, ela ficou com uma camada fina de pelos louros no rosto. Ela foi incentivada a tira-los, mas recusou por gostar do efeito radiante que causavam em fotografias.


Audrey Hepburn - seu olhar marcante tinha um toque de delineador e uma fina camada de rímel. A eterna bonequinha de luxo costumava separar os cílios com a ajuda de uma pinça a cada camada de máscara aplicada, para uma aparência mais natural.


Marlene Dietrich - sua sobrancelha era raspada e redesenhada a lápis. Ela nunca usava rímel nos cílios inferiores porque acreditava que a sombra causada pela maquiagem a fazia parecer cansada.


Joan Crawford - a atriz americana mascava chiclete porque acreditava que assim fortalecia sua mandíbula e ajudava a drenar as toxinas do queixo. Ela também espirrava água gelada no rosto 25 vezes depois de cada lavada.


Elizabeth Taylor - declarou, durante uma entrevista, que sempre gostou de fazer tudo sozinha quando o assunto era a sua aparência: ela cortava o próprio cabelo e fazia a própria maquiagem durante as gravações de "Cleópatra". Além de não dispensar uma boa noite de sono.


Rita Hayworth - suas lindas madeixas eram lavadas com água quente, enxaguadas, saturadas de óleo e embrulhadas em uma toalha por 15 minutos. Depois, ela lavava com água quente e passava suco de limão para se livrar dos resíduos.


Grace Kelly - um truque de maquiagem era o responsável por sua beleza clássica. Ela criou a ilusão de maçãs do rosto proeminentes usando dois tons de blush - um mais claro em cima do osso e um mais escuro nas cavidades.


Sophia Loren - ela acreditava no azeite para ficar bonita e usava pelo menos duas colheres de sopa na comida todos os dias, além de esfregá-lo no rosto e colocá-lo na banheira.


Greta Garbo - Os segredos dos olhos dramáticos de Greta? Vaselina misturada com sombra em pó bege nas pálpebras, sombra marrom no côncavo e vaselina com carvão para o delineado.


Vivien Leigh - se sentia um tanto insegura com os lábios, que achava finos, então pra se fazerem visualmente mais grossos usava delineador na parte exterior.

Katharine Hepburn - A bela mantinha a pele impecável com esfoliação regular feita com açúcar, água morna e um pouco de suco de limão. Depois da massagem, um esguicho de água gelada.


Bette Davis - pepinos nas pálpebras todas as noites antes de dormir e uma camada de vaselina embaixo dos olhos à noite protegiam os olhos legendários da diva de inchaço e olheiras.


Mae West - Antes de virar o favorito da cozinha, Mae West já usava o óleo de coco, mas como um tratamento de beleza: em vez de cremes hidratantes, Mae usava esse ingrediente para deixar sua pele com um brilho extra.


Jane Russell -  ela sempre combinava seu batom com seu esmalte. A ideia de coordenar os dois se desenvolveu em 1939. Diz a lenda que Charles Revlon, fundador da Revlon, foi jantar em um restaurante fino quando notou uma mulher limpando a boca com um guardanapo. Ele viu que a cor de suas unhas estava combinada com a cor de seus lábios e um novo conceito de beleza nasceu.


Lucille Ball - dizia que o segredo para uma mulher se manter jovem era muito simples: "viver honestamente, comer devagar e mentir sobre a sua idade"

Marilyn Monroe, a primeira capa da revista Playboy


Hoje cedo li a notícia de que a revista Playboy vai deixar de publicar fotos de mulheres nuas... sim isso mesmo que você leu! A publicação trará apenas ensaios sensuais já que cansou de competir com sites pornográficos... mas enganou-se quem pensou que essa postagem era apenas para falar da revista, vou contar uma curiosidade sobre uma das maiores divas de Hollywood que talvez algumas pessoas ainda não saibam: Marilyn Monroe que estampou a capa da primeira edição da Playboy em 1953 nunca posou para a revista!!!


Pois é, essas fotos que estão na imagem acima foram feitas em 1949 pelo fotógrafo Tom Kelley, Marilyn que estava desempregada na época recebeu apenas 50 dólares de cachê. Foram tiradas 24 fotos das quais 12 foram usadas no calendário, que só foi publicado em 1952 quando Marilyn já era famosa(e deu a maior confusão, todos queriam saber se era Marilyn nas fotos e mesmo sendo aconselhada a dizer que não, ela confirmou que fez aquele ensaio). E em 1953 Hugh Hefner(fundador da revista Playboy) comprou por 500 dólares os direitos dessas fotos de Marilyn e as publicou na primeira edição da revista. 

 Essas são algumas das fotos do calendário que foram parar posteriormente nas páginas da Playboy:

 

 

 

Li pela internet que Marilyn nunca ganhou nada da Playboy, nem mesmo depois do enorme sucesso que a revista teve ao publicar suas fotos...

5 Curiosidades sobre a moda durante a segunda guerra mundial


1- a Segunda Guerra Mundial teve um grande impacto sobre a moda. Durante essa época, os tecidos se tornaram escassos, o governo impôs o racionamento do vestuário e, com isso a meia calça deixou de ser produzida para dar lugar a fabricação de paraquedas, então as mulheres faziam um risco na parte de trás das pernas imitando a costura, para parecer que estavam usando meia calça...


2- a moda se voltou para o militarismo e o guarda roupa feminino ganhou toques masculinos, o estilo utilitário tinha tudo a ver com o período da Segunda Guerra Mundial. Parcas, casacos estruturados, ombros marcados, coturnos e até chapéus inspirados nos quepes começaram a ser vistos nas ruas. 


3- o único elemento do visual feminino que não sofreu racionamento foram os chapéus. Isso fez as mulheres passarem a usá-los mais. Serviam para dar um ar mais arrumado ao visual, mas também para esconder cabelos mal cuidados e mal cortados, carentes de um salão de beleza. O lenço na cabeça, usado pelas moças que foram trabalhar nas fábricas, logo foi incorporado ao visual feminino em todas as camadas da sociedade. Da operária à mulher do oficial(a única que ainda tinha algum dinheiro para comprar roupas novas).


4- foi a época também em que as mulheres começaram a usar calças compridas à la Marlene Dietrich, a primeira mulher a usar calças em público(as calças haviam sido incluídas no vestuário feminino nos anos 20 por Coco Chanel). Só as solteiras usavam, não ficava bem para uma mãe de família andar de calças por aí. E as moças que usavam eram "mal faladas".


5- como contraponto, surgiu a estética das pin-up`s. As ilustrações com desenhos de mulheres sensuais que serviam com estímulo aos soldados viraram símbolo e logo estavam no cinema: em Hollywood, destacaram-se atrizes como Marilyn Monroe e Jayne Mansfield, enquanto na Europa surgiram Sophia Loren e Brigitte Bardot. Em todas elas o padrão das pin-ups era de mulheres bonitas com seios volumosos, cinturas finas, quadris bem delineados, pernas torneadas e ar sensual. Além disso, tanto nas ilustrações e fotos das revistas masculinas como no cinema, o erotismo era um dos principais atributos das pin up's.

Pin up: dicas para quem deseja adotar esse estilo


As pin up's surgiram entre as décadas de 40 e 50. Eram ilustrações de mulheres reproduzidas em pôsteres e calendários, em poses sensuais e com pouca roupa que serviam para "motivar" os soldados.

Se você deseja inserir elementos do estilo pin-up ao seu dia-a-dia não é tão difícil quanto parece, muitas vezes a combinação de uma maquiagem caprichada e um acessório de cabelo já cumprem este papel. Separei algumas dicas para quem quiser adotar esse estilo:


>>Cabelos:
Laços
Bandanas, lenços e tiaras
Grampos escondidos
Flores
Franjas curtas(de verdade ou simuladas por penteados)
Cachos(feitos com bobes ou babyliss)
Fixador ou gel


>> Maquiagem:
Batom marcante(vermelhos, alaranjados e rosas)
Delineador marcado – olho “gatinho”
Cílios marcados(capriche no rímel)


>>Moda:
Cintura alta e marcada
Óculos marcantes(grandes, estilo gatinho)
Nós nas camisas e bandanas, 
Saias de comprimentos variados, incluindo os midis
Poás, xadrez e listras
Lingeries rendadas e marcantes, corsets
Sapatos: scarpins, peep toes e tamancos.

*As imagens são da cantora Katy Perry, que costuma usar roupas e maquiagem estilo retrô/pin up!

Em breve volto com mais dicas!

O pecado mora ao lado e a cena que entrou para a história


O filme "O pecado mora ao lado" de 1955, estrelado por Marilyn Monroe, completou 60 anos de lançamento em 2015.


Veja algumas imagens da gravação da cena que entrou para a história do cinema:







 Durante a gravação da cena em que o vestido é levantado na rua pelo jato de vento do respiradouro do metrô, a reação das pessoas foi tão estrondosa que a cena precisou ter seu áudio gravado novamente, desta vez em estúdio. E não foram só os editores do filme que não gostaram disso: Joe DiMaggio, marido da atriz na época, ficou furioso com a cena, gravada pouco antes dos dois se divorciarem.

 

 


O famoso vestido que Marilyn Monroe usou nessa cena do metrô foi arrematado em um leilão por US$ 5,6 milhões em 2011.

 
  
Pôsteres do filme.

As 5 regras de Audrey Hepburn para uma vida saudável


Em uma recente entrevista, o filho mais novo de Audrey Hepburn, Luca Dotti, falou sobre a filosofia de bem-estar de sua mãe e de como ela levou uma vida saudável, não só porque era a coisa certa a fazer, mas porque isso a fazia feliz.


Confira algumas de suas práticas para ter uma vida mais saudável:

1- Beber muita água: “Ela insistia nisso com todo mundo, todos deveriam beber muita água. Ela falava muito nisso e em comer legumes. Na verdade foi uma questão de como ela foi criada.”

2- Comer carne com moderação: “Ela comia carne, mas muito pouco, em doses pequenas. 80% da sua alimentação era baseada em frutas e vegetais.”

3- Não ter medo de envelhecer: “Ela teve uma visão muito saudável de suas próprias estações de vida. Não tinha medo de envelhecer. É claro que ela ficava reclamando de suas rugas e cabelo branco, mas ela realmente aproveitou seus anos mais velha.”

4- Fazer da batata um item indispensável: “Batatas faziam parte de uma grande, grande, parte de sua dieta…para ela, era o que a sustentava.”

5- Apreciar as pequenas coisas da vida: “Ela tinha mais do que uma perspectiva positiva. Era ingênua no sentido de ser como ela era, e era como criança. Toda vez que encontrava algo novo, seja no mercado ou uma receita nova, não era nem um pouco blasé. Ficava realmente animada, igual uma garotinha. Ela aproveitou cada segundo da vida.”

A evolução da moda


A evolução da moda de 1900 aos anos 2000.